Buscar
  • Virgílio Varela

A mudança regenerativa começa consigo - por Virgílio Varella

Atualizado: Jan 16


Qual é a pergunta para a qual a sua vida é a resposta?


O que fazemos e deixamos de fazer é influenciado pela visão da sociedade

dominante e pelo seu sistema de valores.Esta visão afecta a nossa

percepção sobre as nossas necessidades e qual o nosso propósito. A

narrativa da separação e da competição como forma de ganhar vantagem,

fazem parte dos arquétipos da nossa sociedade dominante.Os resultados

deste modelo são conhecidos há centenas de anos.Trouxeram-nos até ao

lugar onde estamos hoje, com o que tem de positivo e sobretudo com o

que tem de impactos negativos: desigualdade social, económica, destruição

do ambiente, conflitos, racismo, medo, dor, apatia criativa, só para nomear

alguns.


Uma pergunta que me faço regularmente é, como podemos passar de

consumidores a criadores de uma sociedade nova que torne a sociedade

existente obsoleta? parafraseando o futurista Buckminster Fuller.


Grande parte do trabalho das culturas regenerativas é desaprender para

aprender, continuar a reinventar e transformar a nós mesmos e as nossas

comunidades. O intuito é o de contribuir para a saúde do sistema Eu, Nós e

planetário das gerações actuais e futuras.

É a nossa contribuição individual, alavancando a nossa essência e

desdobrando o nosso potencial maior que têm impacto na saúde de todo o

sistema vida. É a nossa contribuição que ajuda a curar as comunidades

locais e o planeta. O nosso pensar, sentir e a nossa acção como seres

humanos, é um co-pensar, co-sentir e uma co-acção, em parceria,

colaboração e sinergia com a vida.É deste lugar de potencia e vantagem

que a nossa criação serve a todos os seres vivos.


Que novos olhares e perspectivas permitem-lhe libertar da visão de

escassez e competição para co-criar um futuro colaborativo, abundante

para todos os seres vivos ? O que precisamos de questionar, desde

estruturas, narrativas, sistemas para podermos criar a possibilidade de

novos sonhos? E como promover uma liderança com base no amor que

respira ciclos virtuosos? Que sensações e emoções preciso de apurar e

nutrir para ver a beleza de cada dia e o significado da vida? Como posso

servir o futuro que emerge com a consciência desta interdependência ?


Acredito que temos a criatividade e o poder de agir, para manifestar o

nosso potencial único e a nossa essência como expressão da vida evolutiva.

Agindo como a vida age. Criando, como dizia Janine Benyus, as condições

propícias para gerar nova vida.

O que pode fazer hoje de forma a contribuir significativamente para a sua

regeneração, da sua comunidade e do planeta?


*** *** *** ***

Aproveite e se permita vivenciar um pouco disso tudo em nosso workshop “InterSer Experience", onde mais do que teorizar, iremos juntos sentir como tudo isso acontece e se conecta. Serão 8 horas de interações online, distribuídas entre os dias 30 e 31/Jan/2021, com dinâmicas e reflexões bem presenciais. Você, presente com você mesma(o). Saiba mais aqui.

205 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2021 por FV